CONFIE OS SEUS PEDIDOS AOS CUIDADOS DE DEUS | World Challenge

CONFIE OS SEUS PEDIDOS AOS CUIDADOS DE DEUS

David Wilkerson (1931-2011)July 11, 2019

Um dos motivos para as nossas orações não serem respondidas é porque tentamos dizer como Deus deveria respondê-las. Nisto se resume a nossa falta de confiança. A alma crente, depois de abrir o seu coração em oração ao Senhor, renuncia a si mesmo em prol da fidelidade, bondade e sabedoria de Deus. A fé verdadeira permitirá que a graça de Deus responda de acordo com a sua vontade e ela receberá de bom grado aquilo que Deus escolher.

Aqueles que dizem a Deus como e quando responder as suas orações, de fato, limitam o Santo de Israel. Uma vez que Deus pode não responder pela porta da frente, eles não estão atentos à sua vinda pelos fundos. Confiam apenas em conclusões e não em promessas. Porém, Deus não se limita ao tempo, modo ou meios de resposta. Ele sempre fará abundantemente mais do que pedimos ou pensamos em pedir. Responderá com saúde, ou graça, que é melhor do que a saúde. Enviará amor ou algo além disso. Libertará ou fará algo ainda maior.

O desejo de Deus é que nós simplesmente depositemos os nossos pedidos em seus braços de poder, depositemos as nossas preocupações sobre ele e sigamos em paz e serenidade, aguardando o seu socorro. Como é trágico ter um Deus tão grande e uma fé tão pequena nele. Portanto, nunca mais se pergunte: “Ele é capaz? Ele pode perdoar? Pode realizar algo por mim?” Como isso deve soar aos ouvidos do nosso Deus Todo-poderoso. Abandone tal incredulidade! Ao contrário, achegue-se a ele sabendo que é o criador fiel.

Algumas poucas palavras de encorajamento a respeito da oração. Quando você estiver triste e Satanás sussurrar em seus ouvidos que Deus te esqueceu, impeça esta voz assim: “Diabo, não é Deus que me esqueceu, mas sim eu mesmo. Esqueci todas as suas bençãos do passado, caso contrário, não estaria questionando a sua fidelidade.” E, então, ore como Davi: “Recordarei os feitos do Senhor; recordarei os teus antigos milagres. Meditarei em todas as tuas obras e considerarei todos os teus feitos” (Salmos 77:11-12).

Download PDF