Libertação do medo e da preocupação | World Challenge

Libertação do medo e da preocupação

David Wilkerson (1931-2011)October 9, 2019

Enquanto andava numa estrada rural de Nova Jersey, eu tive uma longa conversa com o meu Senhor e clamei: “Senhor, não posso viver com medo e preocupações. Quero enfrentar o futuro com tranquilidade, alegria e confiança! Eu quero a total libertação do medo e da preocupação!”

O Espírito Santo me despertou: “a chave para a liberdade de todo medo e preocupação está em duas palavras – pardais e cabelos. Lembre-se o que eu disse em Mateus 10:28-33: ‘Nenhum deles [pardais] cai no chão sem o consentimento do Pai de vocês. Até os cabelos da cabeça de vocês estão todos contados’ (versículos 29-30)”.

Soa tão elementar, tão simples – mas o que Jesus nos diz aqui é muito profundo.

Entre 9.000 espécies de aves, Deus escolheu o pardal como referência em sua Palavra. Pardais são maravilhosos, com os seus finos e pequenos ossos, são fortes e equipados para o voo. De fato, a ciência moderna não consegue copiar os intricados sistemas das suas asas que permitem que migrem por mais de quatro mil e oitocentos quilômetros. Deus fez cada osso e cada pena – e ele contou cada um deles.

Até mesmo os cabelos em nossas cabeças são contados pelo nosso Pai celestial. Entre 100.000 e 150.000 fios de cabelo, em média, na cabeça humana e mesmo os carecas têm cabelos velinos que são invisíveis aos olhos humanos. Deus deu uma utilidade aos cabelos – as sobrancelhas evitam que o suor caia nos olhos e os cílios protegem as pálpebras quando o pó ou os insetos aproximam-se. Pequenos pelos nos ouvidos e narinas filtram a entrada de partículas. Cada cabelo é um cilindro de células que entra na pele até alcançar os vasos sanguíneos que o nutre.

Não é surpresa o que Davi disse: “Eu te louvo porque me fizeste de modo especial e admirável. Tuas obras são maravilhosas!” (Salmos 139:14). Estar ciente do design complexo da criação de Deus nos faria mais atentos ao cuidado do nosso Pai celestial conosco. “Portanto, não se preocupem com o amanhã, pois o amanhã se preocupará consigo mesmo. Basta a cada dia o seu próprio mal” (Mateus 6:34). Ele sabe do que precisamos e nos suprirá com alegria.

Download PDF