O ESPÍRITO DA ILEGALIDADE | World Challenge

O ESPÍRITO DA ILEGALIDADE

David WilkersonJanuary 3, 2017

“A verdade é que o mistério da iniquidade já está em ação” (2 Tessalonicenses 2:7).

A palavra em grego que Paulo usa nessa passagem para iniquidade literalmente significa ilegalidade. Portanto, o mistério é uma das ilegalidades – agir sem lei ou restrição.

Ainda mais, essa ilegalidade não é, simplesmente, uma rebelião contra as leis humanas. Não diz respeito a rebelar-se contra autoridade civil ou cometer um crime violento. Essas coisas realmente provocam a ira de Deus. Porém, o mistério da ilegalidade é mais profundo. É uma rejeição total da verdade que há em Cristo – um descarte da santa Palavra de Deus e seus mandamentos.

Esse espírito de ilegalidade é crescente em nossa nação hoje. É a força por trás da legislação que busca banir Deus da nossa sociedade; o mesmo espírito que Satanás usou para enganar Eva quando disse, em tantas palavras: “Deus não irá puni-la por sua desobediência. Você pode comer do fruto e não terá consequências!”

Satanás usa a mesma mentira, hoje, com os cristãos; dia após dia, ele convence milhares de crentes que podem pecar sem sofrer consequências ou penalidades. É um esquema demoníaco para perverter o evangelho da graça de Cristo.

Tragicamente, muitos cristãos mornos estão sucumbindo ao espírito da ilegalidade. Paulo diz que o Anticristo tomará o poder, porque as pessoas estarão cegas e enganadas por seus próprios pecados (veja 2 Tessalonicenses 2:9-10).

Satanás enganará as massas, assim como fez com Eva, convencendo-os com uma sutil, mas poderosa mentira: “Deus não puni pelo pecado!”

Paulo avisa que esse engano virá “porquanto rejeitaram o amor à verdade que os poderia salvar” (versículo 10). Então, ele acrescenta, “por essa razão Deus lhes envia um poder sedutor, a fim de que creiam na mentira” (versículo 11).

O apóstolo está dizendo: “aqueles que se recusam a obedecer ou respeitar a Palavra de Deus cairão debaixo de uma poderosa ilusão. De início, farão vista grossa para o pecado, justificando-o. Mas logo, eles buscarão ativamente uma mensagem fácil sobre a graça. De fato, inventarão uma graça que está longe daquilo que Deus planejou. Sua graça nunca conduz à permissividade e sempre conduz ao arrependimento!”

Download PDF