UMA ESCOLA DE ADORAÇÃO | World Challenge

UMA ESCOLA DE ADORAÇÃO

David WilkersonMarch 30, 2016

Como Deus tirou os filhos de Israel do Egito? Ele teve que colocá-los em uma circunstância de sofrimento para trazê-los ao ponto deles clamarem: “Basta! Eu não mais estar aqui!”. Então, chegou o tempo do Senhor dizer: “Vá!”. E aí eles estavam prontos para sair em direção à Terra Prometida.

Deus nos ajuda a desapegar do espírito materialista desse tempo, e transferir toda a nossa afeição à Nova Jerusalém.

Isaías profetizou que o mundo que Deus estava criando é um lugar de louvor onde os habitants se regozijam. “Alegrem-se, porém, e regozijem-se para sempre no que vou criar, porque vou criar Jerusalém para regozijo, e seu povo para alegria” (Isaías 65:18). A Palavra hebraica para “criar”, neste versículo significa “trazer a ser.” Você consegue ver o que Isaías está dizendo? Deus não está criando somente um novo mundo, mas também um povo especial. Ele está trazendo à existência uma noiva que não está só desapegada deste mundo, mas que aprendeu a louvar a Ele através das provações.

Fato é, nossos sofrimentos presentes são parte de uma escola de adoração. E todas as formas que estamos aprendendo a louvar a Jesus, especialmente em nossas provações, estão nos treinando para aquele glorioso dia. O que isso significa para os cristãos que vivem constantemente preocupados? Como podem, aqueles que vivem como se Deus estivesse morto, de repente, aprender como louvar através de uma provação?

Como nós reagimos em nossas provações presentes é muito importante. Quando Israel estava na hora de seu maior sofrimento, eles simplesmente desistiram. Eles decidiram que não podiam mais suportar, então eles simplesmente se sentaram em meio à poeira. Aqui o povo de Deus, que tinha sólidas promessas, estavam prostrados como se tivessem correntes sobre seus pescoços.

Da mesma forma hoje, alguns Cristãos desistem em algum momento. Eles não abandonam a fé, mas eles param de seguir a Jesus com todo seu coração, por pensarem “Eu não posso viver sob esse nível de intensidade. Parece que quanto mais perto eu chego de Cristo, mais eu sofro.” Eles imaginam como é que Paulo poderia dizer: “Agora me alegro em meus sofrimentos por vocês” (Colossenses 1:24).

Aqui está exatamente como Paulo poderia fazer tal afirmação: ele foi arrebatado ao céu, e ele viu a glória que nos espera. Por causa do que ele viu, Paulo estava apto a abraçar suas provações e aflições desta vida, aprendendo a louvar a Deus através de cada uma delas. Ele estava determinado a aprender a se alegrar em seu coração, não importando qual fosse a situação, ele estava aprendendo a louvar a Deus pelo mundo que estava por vir.

Download PDF