Favorecido Por Toda a Vida | World Challenge

Favorecido Por Toda a Vida

Gary WilkersonApril 30, 2012

A sua vida seria diferente se você estivesse andando sob o favorecimento divino? Será que Deus dá favorecimento, abençoa abundantemente e dá generosamente Sua graça sobre os corações que aguardam famintos? A resposta é sim – e encontramos isso em Lucas 1, a história do nascimento de Cristo.

Um anjo apareceu à Maria para anunciar os tremendos acontecimentos prestes a vir sobre a vida dela: “Foi o anjo Gabriel enviado, da parte de Deus, para uma cidade da Galiléia, chamada Nazaré, a uma virgem desposada com certo homem da casa de Davi, cujo nome era José; a virgem chamava-se Maria. E, entrando o anjo onde ela estava, disse: Alegra-te, muito favorecida! O Senhor é contigo. Ela, porém, ao ouvir esta palavra, perturbou-se muito e pôs-se a pensar no que significaria esta saudação” (itálicos meus) (Lucas 1:26-29).

Estudiosos da Bíblia dizem que Maria era muito jovem à época, provavelmente adolescente. Imagine o quanto esse encontro teria sido para ela. Cá estava uma garota simples de uma cidadezinha e família obscuras, e um anjo enorme e temível aparecendo à frente dela dizendo “Alegra-te, muito favorecida!”.

E então ele faz um uma incrível anunciação: “O anjo lhe disse: Maria, não temas; porque achaste graça diante de Deus. Eis que conceberás e darás à luz um filho, a quem chamarás pelo nome de Jesus. Este será grande e será chamado Filho do Altíssimo; Deus, o Senhor, lhe dará o trono de Davi, seu pai; ele reinará para sempre sobre a casa de Jacó, e o seu reinado não terá fim” (Lucas 1:30-33 – itálicos meus).

O que me surpreende em relação a este encontro é que Maria não teve medo. Toda vez que um anjo aparece na Bíblia, as pessoas tremem e caem no chão dizendo “Estou liquidado!”. Não foi assim com Maria. Antes, ela “perturbou-se muito” – e o que a perturbou foi a saudação angelical: “’Alegra-te, muito favorecida! O Senhor é contigo’ Ela, porém,ao ouvir esta palavra, perturbou-se muito e pôs-se a pensar no que significaria esta saudação” (1:28-30, itálicos meus).

Maria parecia insegura quanto ao que ouvia. Ela vivia numa cultura dominada por homens, tinha pouca influência e provavelmente poucas expectativas quanto à sua vida. Ela teria todos os privilégios de ser boa esposa e mãe, mas nada além disso.

Mesmo assim Maria era também uma israelita que conhecia a história de seu povo, e cria na habilidade de Deus em transformar quaisquer circunstâncias. Certamente Maria ansiava ver uma realidade diferente no mundo brutal ao seu redor. Contudo para onde olhasse ela via uma opressão esmagadora sob o governo dos ocupantes romanos.

Ainda assim, Maria tinha de ficar confusa pela mensagem do céu dita a ela: “Tu tens o favor de Deus”. Nada em sua vida refletia qualquer tipo de favorecimento. Mas em realidade uma transformação estava prestes a ter lugar – na própria vida dela e por todo o mundo. Mas era difícil para Maria imaginar quaisquer destas coisas.

Muitos de nós somos como Maria. Gostaríamos de ver nossas próprias circunstâncias transformadas. Queremos ver nossos parentes curados das doenças. Queremos que nossos filhos cheios de problemas encontrem propósito em Cristo. Queremos que nosso casamento cheio de tensões seja restaurado à alegria de antes.

Também gostaríamos de ver uma realidade espiritual diferente no mundo que nos cerca. Nas cidades de nosso país há mais tragédias do que se poderia pensar: viciados em drogas, alcoólatras, prostitutas, gente sem teto, crianças de rua, viciados em pornografia, lares destruídos. Os problemas são devastadores, e os esforços que dedicamos a estes problemas mal raspam a superfície.

Como Maria nós pensamos: “Senhor, a minha vida não reflete de modo algum o Teu favorecimento. A minha esfera de influência parece totalmente insignificante. Preciso que me tragas Tua luz a ela”. Então como iríamos nos sentir se ouvíssemos uma voz dos céus dizendo, “Tu tens o favor de Deus!”?

Pessoalmente, fico confuso. Acho que é difícil à maioria dos cristãos ter o alcance quanto ao favorecimento vindo de Deus. Ficamos mais à vontade é com nossas obrigações com Ele. Mas se ouvíssemos essas palavras do céu – “Tu és favorecido por Mim!”- a maioria de nós não saberia como tratar disso. Só conseguimos ver a nossa fraqueza, nossas circunstâncias estressantes, as situações de provação. Estamos acostumamos a não ter; não ficamos pensando em como seria nossa vida ser favorecida.

A Bíblia tem coisas importantes a nos dizer a respeito do favorecimento vindo de Deus. Quero focalizar três delas.

1. O favorecimento vem aos que não esperam

Se você acha que sua vida não reflete o favor de Deus – que você simplesmente não o merece – então você está bem no ponto certo. Deus na realidade está confiando em lhe favorecer – especialmente se você clama como Maria: “Senhor, não está correto. Quero Te ver glorificado na minha vida e no mundo”.

Quando digo que o favor de Deus vem aos que não esperam, estou falando de pessoas que nunca esperariam isso baseadas em evidências de suas vidas. Tais são as pessoas às quais Jesus se referiu nas bem-aventuranças como “mansas”. Deus diz: “Se você não tem aquilo que o mundo acha necessário, você é o tipo de pessoa que procuro”. Ele é atraído por nossa mansidão, por desconhecermos não ter o que é preciso. É através destes que Ele gosta de operar.

Contudo o ser manso e humilde não é algo para o qual possamos nos esforçar por ser. Jesus deixa isso claro nas bem-aventuranças. Ele não diz para as pessoas serem pobres para obterem bênção, ou passarem fome para serem alimentadas. Ele está dizendo, “Você já é pobre – e então vou te abençoar. Você já tem fome – e então serei o teu alimento”.

Maria jamais teve qualquer ideia de um anjo fazendo uma visitação especial em sua vida. Mas sua mansidão é exatamente o que atraiu Deus a ela. Ele ama usar pequenas coisas para cumprir Seus grandes propósitos.

2. O favorecimento chama uma vida perigosa

Há outra razão que eu creio tenha perturbado Maria quando o anjo falou a ela. Como mencionei, Maria conhecia a história de seu povo. Ela conhecia o que aconteceu aos israelitas que acharam favorecimento com Deus. O resultado foi benção, mas nem sempre foi agradável. Veja:

Abel achou o favorecimento de Deus através de seu sacrifício aceitável ao Senhor. Mas o irmão de Abel, Caim, ficou invejoso porque não encontrou o mesmo favorecimento e Abel pagou com a vida.

Noé achou favorecimento de Deus. Viveu em retidão numa geração iníqua e foi poupado na destruição do dilúvio. Mas toda comodidade que Noé conhecia no mundo foi retirada. Sua história de construir uma arca assombrosa não é história de criança; é uma história triste de julgamento em escala global. Apesar de Noé e sua família haverem sobrevivido, perderam tudo que tinham como caro.

Como Noé, Ló achou o favor de Deus e foi capaz de fugir à condenação. Deus o livrou de Sodoma, uma cidade pronta para enfrentar destruição por fogo. Mas ao escapar, Ló perdeu a maioria das coisas caras a ele, incluindo a esposa.

José achou o favor de Deus e foi abençoado com sonhos proféticos. Mas o próprio dom que marcou o favor de José também enfureceu os que o rodeavam. Os irmãos invejosos ficaram tão enraivecidos com seus sonhos que o jogaram num poço para morrer.

O meu ponto é que o favorecimento é perigoso – e Maria sabia disso. As escrituras hebraicas deixam isso claro história após história. O favorecimento pode vir acompanhado de perigo, dificuldades, durezas, pressões, perseguições, dores, provações e tribulações. É triste, mas a maioria das igrejas americanas não quer se conscientizar disso no tocante ao favor de Deus. Muitos pastores ensinam que favorecimento significa falta de dificuldades, significa prosperidade, ter uma bela casa ou carro, não ser perseguido, sempre estar por cima.

Maria sabia das coisas. Isso é mostrado em sua resposta ao anjo: “Então, disse Maria: Aqui está a serva do Senhor; que se cumpra em mim conforme a tua palavra” (Lucas 1:38). Essa é a reação que quero ter. Não importa o quão perigoso possa ser o favorecimento de Deus, não quero trocá-lo por uma vida tranquila e confortável. Não quero estar fora dos problemas se isso signifique estar fora do Seu favor.

A minha oração é, “Senhor, quero que a minha vida seja significativa em prol do Teu reino. Sei que nunca será assim sem o Teu favor. Então, traga o Teu querer, Senhor. Traga-me tudo que tens – sofrimento ou bênção”.

Não fazemos uma oração assim levianamente, como também Maria não o fez. Mas não devemos ter medo, como o anjo disse para Maria não ter. Pondo de lado todo medo, somos capacitados a dizer, “Senhor, a nossa geração necessita Teu favor. Que Tu possas mostrá-lo a nós em favor do Teu reino”.

3. O favorecimento é um momento que define “a partir de agora”.

A visitação do anjo não foi um acontecimento emocional que teria vindo uma ocasião para Maria. Gabriel não estava simplesmente dizendo a ela, “Deus lhe mandou um abraço. Ele te favorece. Ele é por ti”. Não, esta visita era em torno de uma realidade de ligação. Causou uma transformação na vida de Maria significando que nunca mais as coisas seriam as mesmas. Tudo que ela ansiava no coração agora iria acontecer – mas sua vida passaria por uma mudança inimaginável.

O mesmo serve para nós. Quando encontramos o favor de Deus não significa que damos uma súbita virada emocional. O Senhor não nos diz, “As coisas vão dar certo para ti, então agora você pode por pensamentos felizes na cabeça”. Geralmente envolve o oposto. Deus balança o nosso mundo, vira as coisas de cabeça para baixo e muda o curso de nossa vida – tudo para trazer glória a Si mesmo.

Após a anunciação do anjo, a Bíblia diz que Maria “concebeu”. É isso que acontece conosco igualmente ao acharmos o favor de Deus. Ele gera algo novo em nossas vidas. Se você tem filhos, sabe que assim que eles chegam nunca mais as coisas são as mesmas. O mundo seu e de seu cônjuge vira totalmente de cabeça para baixo. Assim é quando o favor de Deus cai sobre nossas vidas.

Maria teve compreensão disso. Viu que as coisas seriam diferentes, sem importar quais problemas pudessem resultar. O anjo contou-lhe tudo que aconteceria através daquela criança – que ela libertaria os cativos – e isso moveu a alma de Maria. Ela foi levada ao cântico:

“A minha alma engrandece ao Senhor, e o meu espírito se alegrou em Deus, meu Salvador, porque contemplou na humildade da sua serva. Pois, desde agora, todas as gerações me considerarão bem-aventurada, porque o Poderoso me fez grandes cousas. Santo é o seu nome. A sua misericórdia vai de geração em geração sobre os que o temem” (Lucas 1:46-50 – itálicos meus).

Quero me concentrar em duas frases que destaco do cântico de Maria. Primeiro, “(Deus, meu Salvador) contemplou na humildade da sua serva”. Maria fica convencida de que Deus via sua situação, seu coração, seus temores, esperanças e sonhos. Deus “contempla” você e a mim da mesma maneira. Ele enxerga continuamente nossas necessidades, anseios e temores, inclusive a ideia de que “Minha vida é impossível de até mesmo Deus consertar. As coisas nunca vão mudar para mim”.

Com o favor de Deus podemos testificar como Maria: “Sou abençoado pelo Senhor porque Ele cuida de mim o tempo todo, em todas as circunstâncias. Ele pode produzir uma transição em minha vida à hora que Ele quiser. Ele pode conceber coisas que eu jamais imaginaria”.

Agora note a segunda frase do cântico de Maria: “Pois, desde agora...”. Maria compreendeu que Deus estava produzindo uma transição na vida dela, e declara: “Desde agora, daqui para frente, caminho no favor de Deus. Deixo de lado todo o meu esforço em busca de segurança. Submeto todo o meu querer e meus desejos a Ele”.

Esse é o momento de definição que o favorecimento de Deus traz às nossas vidas. A declaração “Desde agora” marca uma mudança de 180 graus em nosso curso. Qualquer pessoa andando no favor de Deus pode dizer, “Daqui para frente o vício não manda mais em mim. O meu casamento cheio de problemas será suavizado devido ao amor de Deus. Os meus filhos que fogem de Deus sentirão o convencimento vindo dEle”.

Quando Deus nos anuncia que esse é o ano do Seu favorecimento, Ele quer dizer esse ano

Deus está lhe falando de você achar o Seu favorecimento agora – em 2012, nesse mês, nessa semana, hoje. Nesse ministério somos encorajados por relatos tremendos do favor de Deus transformando vidas.

Uma senhora em nossa igreja pediu-me que orasse para que seu marido fosse salvo. Ele muitas vezes a deixava à noite para ir beber nos bares. Ela orou por ele durante anos, fazendo tudo que podia para mostrar o amor de Deus ao marido, mas ele continuamente o rejeitava. O casamento finalmente foi vencendo a resistência dela.

Eu via que ela havia gasto toda a força que lhe restava tentando ver mudança no marido. Então eu lhe disse, “Vá então para casa. Deixe que o Espírito Santo faça a obra. Comece a orar para que Deus remova o véu dos olhos de seu marido, para que ele veja a necessidade desesperadora que possui”.

Aquela senhora foi para casa com seu pesar levemente diminuído. No dia seguinte, ela apareceu no meu escritório se comportando completamente diferente. Ela disse:

“Pastor Gary, quando cheguei em casa ontem à noite, ele estava outra vez na rua pelos bares. Tentei dormir mas não consegui. Me lembrei da passagem sobre a qual você e eu conversamos – 2 Coríntios 4:3, sobre o espírito do mundo cegando a mente dos incrédulos. Comecei a orar que o Senhor arrancasse o véu de meu marido.

“Eu estava ajoelhada orando quando ele chegou em casa. Ele tinha lágrimas nos olhos. Perguntei o que havia acontecido, e ele disse que estava bebendo do jeito habitual quando subitamente viu o quanto sua vida era infeliz. Ele sabia que precisava de Cristo. Ele disse que as coisas foram ficando cada vez mais brilhantes a ele, como se a glória do Senhor estivesse lhe dando olhos para ver”.

Naquela noite este homem se ajoelhou com a esposa ao lado da cama para receber Jesus. Esta mulher havia se preparado para ver Deus agir no marido por muito tempo, talvez anos, para amolecer o coração dele. Mas Deus moveu-se sobre ele exatamente na noite que ela orou e confiou.

Quando preguei esta mensagem do favor de Deus em nossa igreja no estado do Colorado, uma senhora alcoólatra por trinta anos assistia o culto. O Espírito Santo disse ao seu coração: “Mesmo em seu desespero, o Meu favor está sobre ti”. Ela se entregou ao Senhor naquele culto – e tem estado sóbria por mais de 100 dias. Deus se moveu instantaneamente sobre ela após trinta anos de obscurecimento.

Em Nova York, um jovem há um ano morando nas ruas tropeçou sem querer na Igreja de Times Square. Ele sentou e assistiu o culto, mas quando acabou saiu pensando, “Odeio isso aqui. Não volto mais”. Contudo algo o puxava de volta. Retornou na semana seguinte, e a mesma coisa aconteceu. De novo foi embora dizendo, “Nunca mais volto”.

A rotina se repetiu por trinta e duas semanas. Finalmente, após todo um ano de domingos, o jovem novamente se levantou do banco quando o culto acabou. Só que desta vez ele disse, “Eu te amo Jesus, e preciso de Ti na minha vida”. Foi ao altar e deu sua vida a Cristo.

Os pastores da igreja de Times Square sentiram um chamado na vida deste jovem. Ajudaram-no a ir estudar num instituto bíblico, e ele se tornou brilhante. Terminou o curso com nota boa e entrou num seminário, onde completou curso de três anos num período de dezoito meses. Foi convidado a permanecer no seminário como professor, mas ele declinou do convite, dizendo, “Sou pastor”.

No mesmo dia que eu trouxe tal mensagem em nossa igreja no Colorado, este mesmo jovem estava pregando na Igreja de Times Square. O favor de Deus havia caído sobre uma vida sem teto e insignificante – e essa foi a diferença. Ninguém que o visse dormindo num banco de parque pensaria que ele um dia pregaria a milhares. O favorecimento de Deus cai sobre os pequenos, e nos transforma completamente.

Ao ver sua própria vida, você pode achar que Deus não pode ser encontrado. Em nossa compreensão humana, podemos nunca supor que o Seu favorecimento está agindo em nossa circunstância. Mas Deus diz diferente.

Você se encontra por baixo, humilhado pelos acontecimentos? Será que favorecimento é a última coisa que você pode esperar nessa situação? Está perturbado pela ideia do favor de Deus caindo sobre você? Eu lhe asseguro, você está exatamente como precisaria estar. O favorecimento de Deus está sobre você.

Que esta verdade inicie um cântico em seu coração, como fez com Maria. Deus está concebendo algo novo, transformando a sua provação em glória para Ele. Você pode não sentir Sua presença, mas Ele tem Suas mãos sobre você. Confie a Ele tudo – seu coração, sua família, sua situação – e verá a Sua glória.

Amém.

Download PDF

DAILY ENCOURAGEMENT IN YOUR INBOX

Sign up now to receive our Daily Devotional or E-newsletter.

SUBSCRIBE