Repentina Destruição! | World Challenge

Repentina Destruição!

David WilkersonMay 2, 1988

"Irmãos, relativamente aos tempos e às épocas, não há necessidade de que eu vos escreva; pois vós mesmos estais inteirados com precisão de que o Dia do Senhor vem como ladrão de noite. Quando andarem dizendo: Paz e segurança, eis que lhes sobrevirá repentina destruição, como vêm as dores de parto à que está para dar à luz; e de nenhum modo escaparão" (I Tessalonicenses 5: 1-3).

Os juízos de Deus atacam repentinamente, mas não sem aviso. Deus prometeu que nada faria, incluindo fazer justiça, sem contar aos Seus profetas o que viria. "Certamente o Senhor Deus não fará coisa alguma, sem ter revelado o seu segredo aos seus servos, os profetas. Rugiu o leão, quem não temerá? Falou o Senhor Deus, quem não profetizará?" (Amós 3:7-8). A promessa de Deus é que a trombeta soará, Ele rugirá como o leão, para despertar o povo antes do juízo. "E o Senhor será visto sobre eles, e as suas flechas sairão como o relâmpago; e o Senhor Deus fará soar a trombeta, e irá com os redemoinhos do sul" (Zacarias 9:14).

"O grande dia do Senhor está perto, sim, está perto, e se apressa muito; amarga é a voz do dia do Senhor; clamará ali o poderoso. Aquele dia será um dia de indignação, dia de tribulação e de angústia, dia de alvoroço e de assolação, dia de trevas e de escuridão, dia de nuvens e de densas trevas, dia de trombeta e de alarido contra as cidades fortificadas e contra as torres altas. E angustiarei os homens, que andarão como cegos, porque pecaram contra o Senhor; e o seu sangue se derramará como pó, e a sua carne será como esterco. Nem a sua prata nem o seu ouro os poderá livrar no dia da indignação do Senhor, mas pelo fogo do seu zelo toda esta terra será consumida, porque certamente fará de todos os moradores da terra uma destruição total e apressada" (Sofonias 1:14-18).

Aqui está uma profecia de destruição repentina pelo fogo, dia de angústia e grande tribulação - trevas e escuridão! Mas é também "dia de trombeta e de alarido, alarme!" Este foi o versículo que Deus me deu quando escrevi o livro que traz esse título: "Tocam as trombetas em Sião". Trombeta significa voz de advertência. O Senhor diz em Ezequiel 33: 2-4: "...Quando eu fizer vir a espada sobre a terra, e o povo da terra tomar um homem dos seus termos, e o constituir por seu atalaia; e ele vir que a espada vem sobre a terra, e tocar a trombeta para avisar o povo, então se alguém ouvir o som da trombeta, mas não se der por avisado, e vier a espada, e o tomar, o seu sangue será sobre a sua própria cabeça".

Deus faz soar a trombeta pela voz de Seus atalaias e profetas. A trombeta é um som que reverbera, um aviso. Paulo adverte: "Eis que vos digo um mistério: nem todos dormiremos, mas transformados seremos todos, num momento, num abrir e fechar d'olhos, ao ressoar da última trombeta. A trombeta soará, os mortos ressuscitarão incorruptíveis, e nós seremos transformados" (1 Coríntios 15:51-52). "Ao ressoar da última trombeta" indica que há outros sons de trombeta. Creio que serão trombetas angelicais proclamando a vinda de Cristo. Mas também creio que pouco antes dessa transformação que virá "num abrir e fechar de olhos", o Espírito Santo terá todos os Seus atalaias em seus postos, todos unânimes, todos anunciando a última chamada - a advertência final! Dentro de horas, ou de segundos, a repentina transformação ocorrerá.

Noé fez soar a última trombeta à sua sociedade condenada, no segundo mês, no décimo sétimo dia. Deus indica até o dia! Durante cento e vinte anos a trombeta esteve nos lábios de Noé, advertindo, apelando. Então, na noite do décimo sexto dia, no segundo mês, Deus fechou o patriarca e sua família na arca, avisando-o: "Nesta noite soa a última trombeta! Amanhã, a Mãe Terra trará justiça!" Aconteceu no décimo sétimo dia do mês! "No ano seiscentos da vida de Noé, no mês segundo, aos dezessete dias do mês, naquele mesmo dia se romperam todas as fontes do grande abismo, e as janelas dos céus se abriram" (Gênesis 7:11).

Não admira que Paulo escrevesse estas palavras à igreja de Tessalônica: "Mas, irmãos, acerca dos tempos e das estações, não necessitais de que se vos escreva; Porque vós mesmos sabeis muito bem que o dia do Senhor virá como o ladrão de noite." (1 Tessalonicenses 5:1-2). Por que deveria estar muito claro para eles que o Dia do Juízo de Deus viria de repente? A igreja de Tessalônica tinha quase seis meses de idade quando recebeu esta carta. Paulo, provavelmente, com Silvano e Timóteo, pregaram a respeito de Noé, de Ló, e da repentina destruição de Israel. Eles tinham os mesmos exemplos do Antigo Testamento que nós temos; tinham os profetas. Esta carta foi escrita por volta dos anos 52 ou 53 d.C. Eles estavam a menos de vinte anos da destruição de Jerusalém, conforme profetizado por Jesus! Paulo está dizendo: está perfeitamente claro que os juízos de Deus venham repentinamente, como ladrão de noite! Entretanto, nenhum crente deverá jamais se surpreender - aquele dia não deverá pegar o povo de Deus desprevenido. Devemos saber como Deus opera, porque temos Seu registro. Paulo passa a adverti-los sobre como será um pouco antes que o juízo venha, e como agir nessa hora.

"Quando andarem dizendo: Paz e segurança, eis que lhes sobrevirá repentina destruição..." (1 Tessalonicenses 5:3a). A palavra grega que Paulo emprega para paz é "eirene", que implica em prosperidade. A destruição repentina estará prestes a irromper no dia que a mente dos homens estiver concentrada nas riquezas. Loucura pelo dinheiro! Ganância! Acumular! Juntar! Jesus advertiu que será um tempo quando o coração dos homens desmaiará de medo, observando as coisas terríveis acontecendo sobre a terra. Os homens ficarão procurando ansiosos algo garantido, algo seguro. O texto não diz que será um tempo de paz e segurança, apenas que dirão: "Paz e segurança". Será sobre isso que todos conversarão. Os assuntos versarão sobre dinheiro, coisas, investimentos, como encontrar um lugar seguro para os bens!

Nunca na história do mundo os homens se tornaram tão enérgicos na busca ao dinheiro. Prosperidade é o sonho mundial! O mercado de ações se tornou um gigantesco cassino. Milhões de pessoas jogam na loteria, na esperança de enriquecer da noite para o dia. Por que tanta obsessão para ficar próspero? É porque todo mundo sabe que a tormenta se aproxima! O mundo inteiro aguarda com ansiedade aquele dia quando o cataclismo financeira atacar. Estão tentando assegurar-se contra este tempo horrível, esperando superar a tempestade.

A obsessão da prosperidade tem corrompido até mesmo a igreja. Como Paulo ficaria triste se soubesse que chegaria um dia quando os ministros do evangelho tornariam a aliança de Cristo numa aliança de dinheiro! A igreja outrora levantava-se perante o mundo como testemunho contra a ganância e o materialismo, contra o amor às coisas, contra o amor por si próprio, contra o acúmulo de riquezas e a cobiça. Mas agora o mundo vê a igreja como o maior competidor pela boa vida! O mundo ri e zomba dos cristãos que rejeitam os sofrimentos de Cristo e de Paulo, para se entregarem às riquezas deste século.

A repentina destruição pode significar mais do que um holocausto da bomba atômica. Com um só acontecimento repentino, uma só catástrofe, o sonho do mundo pode virar um horrível pesadelo. O juízo que tão de repente tem caído sobre a casa de Deus, cairá sobre a nação. A igreja acordou um dia para um horrível escândalo. Coramos ao ouvir que um pastor gastou milhões de dólares com carros fantásticos, jóias, casas luxuosas, vinhos caros! Os ímpios riram e zombaram, e o nome de Jesus tornou-se alvo de piadas e sátira. Jesus tornou-se a canção dos ébrios! Depois de novo, de uma hora para outra, em um noticiário de rádio e TV, o mundo inteiro é informado de que o pregador número um do país na luta contra o pecado é apanhado em flagrante pecado de prostituição! Na Igreja de Times Square ouvi o povo de Deus gritando e gemendo: "Por favor, diga que não é verdade!" E agora vemos o horrível esvaziamento de alguns ministérios. Em meio a tudo isso, estas terríveis palavras soam verdadeiras: "Porque já é tempo que comece o julgamento pela casa de Deus..." (1 Pedro 4:17a).

Por que ficamos chocados? Vimos advertindo o ímpio de que o juízo está às portas, e ele deve começar pela casa de Deus. Deus está disposto a permitir que Seu nome seja escarnecido apenas para despertar a igreja, e dar um último toque de trombeta ao mundo. "...E, se primeiro começa por nós, qual será o fim daqueles que são desobedientes ao evangelho de Deus? E, se o justo apenas se salva, onde aparecerá o ímpio e o pecador?" (1 Pedro 4:17b-18). Os juízos de Deus em Sua casa são tão súbitos e assustadores, que os ouvidos dos homens formigam quando ouvem falar deles! Quando Deus julgou a casa de Eli, disse: "Eis que vou fazer uma coisa em Israel, a qual todo o que ouvir lhe tinirão ambos os ouvidos... julgarei a sua casa para sempre, pela iniqüidade que ele bem conhecia..." (1 Samuel 3:11-13). Quando Deus julgou Israel e a casa de Manasses por corrupção, Ele disse: "Eis que hei de trazer um mal sobre Jerusalém e Judá, que qualquer que ouvir, lhe ficarão retinindo ambos os ouvidos" (2 Reis 21:12). Deus disse a Jeremias que tais juízos horríveis breve cairiam sobre a casa de Israel, e "quem quer que dele ouvir retinir-lhe-ão os ouvidos" (Jeremias 19:3). Tinir os ouvidos em hebraico significa: "Vibrar os ouvidos e faze-los ficar vermelhos de vergonha." Até o ímpio ficará com os ouvidos vermelhos!

Se Deus fará vibrar os ouvidos deste país pelo que vêem e ouvem de Seus juízos sobre a igreja, que tipo de juízos repentinos e assustadores cairão sobre esta sociedade? Os veículos noticiosos desta nação têm-se deleitado em fazer comédia da religião. Têm feito a nação descrer de toda pregação de santidade, convertendo todos os ministros em charlatões e vigaristas! As salas dos bares estão infestadas de zombadores. Eles erguem drinques para brindar, rindo-se: "A todos os pregadores do fogo do inferno!" Contudo, seria melhor que aproveitassem o máximo, porque tudo isso vai mudar da noite para o dia! Deus tinirá os ouvidos do mundo agora, porque a sociedade é a próxima - os EUA serão o próximo - o nosso governo será o próximo - nossas instituições financeiras serão as próximas! Wall Street será a "Wailing Street" (Rua das Lamentações). A palavra destruição, conforme empregada aqui, refere-se à ruína, morte! Ruína súbita! Morte súbita! O juízo na casa de Deus é Deus disparando um tiro de advertência sobre a proa do navio do Estado. Em breve Ele vai querer um tiro certeiro! Os homens não vão querer ouvir - tentarão tapar os ouvidos. As notícias serão tão incríveis! Tão chocantes!

Esta é a inspirada palavra de Deus; e cada palavra foi escolhida com cuidado. A destruição vem repentinamente como as dores de parto de uma mulher prestes a dar à luz. A mulher, aqui, é uma sociedade perdida, má, ímpia - e um monstro está prestes a vir à luz. O juízo vem de seu próprio ventre! Tão certo como uma mulher grávida não pode ocultar sua gravidez, os juízos iminentes deveriam ser óbvios a todos. Uma mulher tem nove meses de preparação! Os juízos virão como as dores de parto. Quando se aproxima a hora do nascimento, as dores começam a aumentar tanto em número quanto em intensidade. Elas podem vir à cada hora, depois à cada meia hora, depois de dez em dez minutos. A mulher é levada para a maternidade, e as dores continuam aumentando. De repente: dor contínua! Trabalho de parto! Sua aplicação espiritual é que a destruição final começará com avisos dolorosos, que se intensificam e aceleram.

Creio que já estamos na sala de admissão - e nos dirigimos para a sala de parto! Não tiniram os ouvidos do mundo inteiro quando a nave espacial dos Estados Unidos estourou nos céus? O mundo observou horrorizado quando cinco astronautas mergulharam inapelavelmente na terra! Uma dor de parto de advertência. Depois, logo após essa dor, outra: centenas de marinheiros norte-americanos foram num instante destruídos no Líbano, sem aviso! Ficamos atônitos, sem nada poder fazer! Um avião cai perto da Islândia, matando os soldados americanos do avião lotado, quando voltavam para casa. Nós assistimos o derramar das lágrimas do nosso presidente! A AIDS é declarada praga sobre os países das Américas por médicos alarmados. As projeções de sua disseminação são de estarrecer! As drogas têm explodido sobre a sociedade - outra praga. Um engenheiro sob efeito de drogas causa trágico desastre de trens. O uso das drogas está se espalhando como a peste negra de séculos passados. As quadrilhas de drogados perambulam por Nova York, Los Angeles, Chicago - matando, roubando, assaltando: menores nas ruas, já escravos das drogas! Tiniram os ouvidos de toda a humanidade quando a bolsa de valores quase entrou em colapso? Eu estava presente naquele dia de outubro. A manchete do New York Daily News berrava - "Pânico! A media Dow cai 508 pontos!" Paulo avisa que tudo isso vai se intensificar, acelerar. Deus está agora apressando a marcha das lutas e das dores.

O Espírito Santo também está tocando a trombeta com maior força. A trombeta está soando mais clara e funestamente. Nunca ouvimos tantos avisos. Nunca houve tantos atalaias clamando do alto dos muros. Com efeito, tem havido tantas advertências, que muitos dentre o povo de Deus ficaram com os ouvidos surdos. A sociedade está em trabalho de parto - o juízo está irrompendo - e eles só estão preocupados com ídolos e prazeres! Jesus disse que devemos regozijar-nos quando estas coisas acontecerem, porque significa que nossa redenção está próxima. Mas quem são esses que podem regozijar-se à beira de destruição?

Deus está chamando o Seu povo para vigiar e ser sóbrio, visto que o dia da destruição se aproxima. "Não durmamos, pois, como os demais, mas vigiemos, e sejamos sóbrios" (1Tessalonicenses 5:6). Paulo exorta os irmãos: "... vós, já não estais em trevas...vós sois filhos da luz e filhos do dia; nós não somos da noite nem das trevas" (1 Tessalonicenses 5:4-5). O que ele está dizendo é: "Aquilo que é para este mundo uma trágica noite de trevas e destruição, é o raiar de um novo dia para vocês que vigiam e são sóbrios. Este dia de trevas e de juízo abrasador não tem nada a ver conosco!". Tão certo como não somos deste mundo, não estamos destinados para trevas e para a destruição, "porque Deus não nos destinou para a ira, mas para alcançar a salvação mediante nosso Senhor Jesus Cristo" (1 Tessalonicenses 5:9).

O aumento das dores de parto significa algo glorioso para a noiva de Cristo! É uma crise a menos no trajeto para o lar! Para eles é contagem regressiva para a destruição; para nós é contagem regressiva para a glória! É o encontro deles com a ira; é nosso encontro com a ressurreição! Eles chorarão e rangerão os dentes; nós nos regozijaremos e daremos brados de alegria! Os que são filhos desta densa escuridão, desta noite de destruição, estão embriagados e dormem: "Porque os que dormem, dormem de noite, e os que se embebedam, embebedam-se de noite" (1 Tessalonicenses 5:7). "Mas nós, que somos do dia, sejamos sóbrios..." (v.8). Isto relaciona-se com qualquer tipo de embriaguez terrena. "Embriagar" significa "excitar o espírito humano à uma intensidade de febre alta". Esta é uma poderosa advertência que o apóstolo Paulo nos faz. Ele avisa que não nos entusiasmemos com as coisas terrenas às vésperas da destruição - não nos embriaguemos, não nos encantemos, por nada senão Cristo!

Devemos ocupar-nos até que Ele venha. Devemos ser diligentes e cuidar de nossas famílias - e em todas as coisas fazer o melhor para Ele. Mas, acima de tudo, devemos ser sóbrios e vigilantes. A palavra "sóbrio" aqui significa "discreto, com discernimento, cauteloso". Em outras palavras, não deixar nada ganhar seu coração. Ser vigilante para não ficar envolvido demais, entusiasmado demais, ou enroscado demais nas coisas desta vida. "Sede sóbrios; vigiai; porque o diabo, vosso adversário, anda em derredor, bramando como leão, buscando a quem possa tragar; ao qual resisti firmes na fé..." (1 Pedro 5:8-9).

Cuidado! Esteja atento! Talvez neste exato momento você esteja bebendo o vinho diabólico da destruição - o vinho de quem anda sempre ocupado. A Bíblia avisa que Satanás tentará enganar, se possível, até os eleitos. Muitas vezes me tenho perguntado como seria isso possível. Não por adultério, imoralidade, orgulho, maus hábitos - mas por deixar que algo bom, algo que valha a pena, domine o coração - pelo uso do que é lícito a ponto de obcecar o coração, e consumir todo o nosso tempo...

De acordo com as escrituras, o povo de Deus deve desejar ardentemente este dia abrasador da repentina destruição. "Mas o dia do Senhor virá como o ladrão de noite; no qual os céus passarão com grande estrondo, e os elementos, ardendo, se desfarão, e a terra, e as obras que nela há, se queimarão. Havendo, pois, de perecer todas estas coisas, que pessoas vos convém ser em santo trato, e piedade, aguardando, e apressando-vos para a vinda do dia de Deus, em que os céus, em fogo se desfarão, e os elementos, ardendo, se fundirão? Mas nós, segundo a sua promessa, aguardamos novos céus e nova terra, em que habita a justiça. Por isso, amados, AGUARDANDO ESTAS COISAS, procurai que dele sejais achados imaculados e irrepreensíveis em paz... Vós, portanto, amados, sabendo isto de antemão, guardai-vos de que, pelo engano dos homens abomináveis, sejais juntamente arrebatados, e descaiais da vossa firmeza" (2 Pedro 3:10-14; 17). Devemos ardentemente aguardar este dia abrasador - porque esta velha terra, amaldiçoada pelo pecado, deve ser purificada para que dê lugar ao nosso novo céu e nova terra, onde habita a justiça divina.

Este não é um tempo para estarmos apegados à uma vida de comodismo. Esta não é hora de se ficar acomodado em Sião. Devemos viver num estado de agitação. "E há de ser que, naquele tempo, esquadrinharei a Jerusalém com lanternas, e castigarei os homens que se espessam como a borra do vinho, que dizem no seu coração: O Senhor não faz o bem nem faz o mal" (Sofonias 1:12). "Que se espessam como a borra do vinho" significa despreocupados. "Borra" é sedimento de vinho depositado no fundo do barril . Muitos cristãos não têm desejado as agitações do Espírito Santo; sentam-se, calmos, e deixam que a sujeira se deposite em seus corações. Alguns têm deixado a Igreja de Times Square porque ela é intensa demais - há muita coisa para agitar o coração. A borra (o sedimento, o resíduo) continua flutuando por cima. Eles vão embora, procurando um lugar onde não haja agitação. Dizem: "Não dá para agüentar a pressão, a pregação pesada. Há muito esquadrinhamento do coração - muita ferroada na consciência."

Eu lhe digo, uma verdadeira igreja do Espírito Santo será uma vela de Deus, esquadrinhando pela cidade, fazendo a vida muito incômoda para os que se acomodaram. A palavra de Deus chama a isso de "mudado de vasilha para vasilha" em Jeremias 48:11. "Despreocupado este Moabe desde a sua mocidade e tem repousado nas fezes do seu vinho; não foi mudado de vasilha para vasilha, nem foi para o cativeiro; por isso, conservou o seu sabor, e o seu aroma não se alterou". Estas pessoas recusam se envolver. Preferem o sossego, tranqüilidade, e prosperidade sem perturbações - recusam ser provadas, convencidas (pelo Espírito), ou se mexer.

Se soubéssemos quão próximos estamos da volta de nosso Senhor - quão próximos dos juízos abrasadores, daríamos graças a Deus pelo agito que produz em nós. Ficaríamos transbordantes em todos os cultos, livrando-nos do sedimento. Daríamos graças a Deus pelos ministros do evangelho que continuam a provocar-nos para que andemos em retidão, e que inundam nossas almas com a convincente e penetrante palavra da verdade. No Dia do Juízo, seremos eternamente gratos ao Senhor por sermos despertados pelas mensagens da trombeta, que nos levaram ao arrependimento, e ao verdadeiro temor de Deus.

Se você está andando no Espírito, Jesus Cristo está pondo o machado em toda raiz que o prende à esta terra. "E também já está posto o machado à raiz das árvores" (Lucas 3:9). Este foi um poderoso pronunciamento profético de João Batista. Ele viu a destruição de Jerusalém logo adiante. Os dias de Israel estavam contados - Deus os eliminaria, os cortaria! Todavia, é também um quadro do cristão dos últimos dias arrancando as raízes.

A minha mala está pronta! Estou pronto; anseio por ver a Jesus face à face. Estou sendo desligado deste mundo. É uma batalha diária resistir a mamom nesta sociedade materialista; mas tudo o que é deste mundo deve tornar-se para nós como esterco. Paulo estava tão certo.

Quão maravilhoso é saber que não temos necessidade de temer os pavorosos dias de ira e indignação que estão logo adiante. Vivos ou mortos, somos do Senhor. A repentina destruição com certeza virá sobre os maus; mas a glória repentina aguarda os vencedores.

Este não é hora de ficarmos flertando com algum pecado oculto. Não é hora de ficarmos nos espreguiçando durante horas em frente à TV, desperdiçando preciosos momentos que deviam ser passados em oração e devoção.

A trombeta de Deus está soando - - alto e com clareza. Não temos desculpas, e em breve nos assustaremos com as explosões velozes e fatais de terror, tragédias e tribulações - pelo mundo todo. Os que conhecem o Senhor e andam na Sua justiça não terão medo. Eles estarão nas linhas de frente do campo de batalha espiritual - vencendo todos os principados e potestades das trevas pela oração intercessora.

É melhor que creiamos nisso, e tenhamos nossos corações preparados - - MUDANÇAS ESTÃO CHEGANDO - MUDANÇAS INCRÍVEIS. Repentinas e devastadoras! Mas também, num abrir e fechar de olhos - o povo de Deus será transformado - de mortal para imortal.

Download PDF